O Mapa da Mina posts com a tag

O Mapa da Mina – RISE OF THE TOMB RAIDER

Rise-of-the-Tomb-Raider

A Lara Croft repaginada está de volta! Com jogabilidade aprimorada e o quesito exploração ampliado, Rise of the Tomb Raider traz a princípio mais do mesmo, mas consegue superar com folga seu antecessor. Se você gostou do Tomb Raider repaginado, certamente vai adorar sua continuação.

O modo Multiplayer foi abolido, o que é um acerto, mas o novo modo Expeditions (ou Expedições em português) traz uma nova forma de competir com os amigos com partidas focadas em pontos. Você vai acabar repetindo diversas seções da campanha principal, dessa vez preocupado em manter seu combo alto e em ser eficiente na coleta de relíquias e no enfrentamento dos inimigos.

A labuta para os 1.000gamescore é mais trabalhosa do que difícil. Isso principalmente por conta das amplas áreas do mapa, a quantidade de colecionáveis a ser coletada e uma novidade que são missões paralelas dadas por personagens secundários. O desafio em termos de habilidade vai ficar por conta do modo Score Attack (dentro de Expeditions), disponível conforme você for avançando na história…

Agora, chega de lero e vam’bora começar essa peleja!

Leia Mais

O Mapa da Mina – ASSASSIN’S CREED CHRONICLES: CHINA

É inegável que a franquia Assassin’s Creed se consolidou com o sucesso de seus títulos, mas não dá pra fingir que com tantos jogos lançados o desgaste não comece a se apresentar. Com pelo menos um título sendo lançado por ano, a saga do Credo de Assassinos se equipara a outras séries como os jogos de futebol (Fifa e PES) ou os shooters (Call of Duty e Battlefield).

Essa periodicidade demanda uma boa dose de inovação a cada lançamento, ou então a mesmice acabaria por sabotar o sucesso. É fato que nem sempre as novidades realmente implementem novos sistemas ou uma renovação da jogabilidade, mas em geral a Ubisoft não tem deixado a peteca cair. Ainda assim, cada novo título da série Assassin’s Creed entrega basicamente mais de um mesmo que se mostrou eficiente, então se você gostou dos títulos anteriores, é quase certo que gostará dos próximos.

Tendo em vista essa fórmula de sucesso, Assassin’s Creed Chronicles: China não deixa de ser uma boa aposta. É claro que os elementos principais da franquia estão lá, mas estruturar o jogo no clássico “estilo plataforma” demonstra uma vontade de trocar o certo por algo realmente novo. Quer dizer, mais ou menos novo. Você vai reconhecer a nova mecânica se já se aventurou por clássicos como o Prince of Persia original, ou então títulos não tão antigos como o excelente Shadow Complex. Fato é que recorrer ao chamado 2.5D, quando se explora o cenário de maneira horizontal, mas acrescentando elementos de profundidade, traz novo fôlego à franquia!

A maneira com que os elementos clássicos da série se mantém integrados à jogabilidade é excelente. Você vai ter certeza de que está jogando Assassin’s Creed, mas vai sentir que realmente algo novo acontece na jogabilidade! É um refresco muito bem vindo à franquia.

Então, vamos ao que interessa?

acc_china

O Mapa da Mina – Assassin’s Creed Chronicles: China

Dificuldade: 6/10
Tempo necessário: 15 a 20 horas
Playthroughs necessários: 2
Conquistas offline: 18
Conquistas online: 0
Conquistas de chance única: 0 (seleção de fases)
Dificuldade afeta conquistas: não

Leia Mais

O Mapa da Mina – SHADOW OF MORDOR

Prepare-se para uma incursão à Mordor, a terra devastada onde Sauron arma seu exército para a guerra. Na pele (ou espírito) de um ex guardião de Gondor, seu objetivo é subjugar as forças do exército negro e impedir o avanço das sombras pela Terra Média. Shadow of Mordor promete horas de muita diversão com desafio moderado, então seu caminho para os 1.000gamescore será razoavelmente tranquilo. Confira a espada na bainha, empunhe sua adaga, não esqueça as flechas para seu arco e… vam’bora!

sombras-de-mordor

O Mapa da Mina – Shadow of Mordor
Dificuldade:
4/10
Tempo aproximado: 25 a 30 horas
Playthroughs necessários: 1
Conquistas offline: 50
Conquistas online: 1
Conquistas de chance única: 0

Leia Mais

O Mapa da Mina – South Park: The Stick of Truth

South-Park-Stick-of-Truth

– Oh my God! They killed Kenny!
– You bastards!

Promessa é dívida! Ontem recomendei South Park: The Stick of Truth e hoje já vem um Mapa da Mina. Até eu que sou um Achievement Runner, fiz os 1000gamescoredesse aqui! É tranquilo e não toma mais do que 12 horas da sua vida, desde que faça tudo na ordem correta.

O Mapa da Mina – South Park: The Stick of Truth
Dificuldade: 2/10
Tempo necessário: Entre 10 e 20 horas
Playthroughs necessários: 1 (mas em 2 a diversão é maior!)
Conquistas offline: 50
Conquistas online: 0
Conquistas de chance única: 11 + 4 (colecionáveis)

Leia Mais

O Mapa da Mina: CASTLE OF ILLUSION

Se você ainda tinha dúvida em relação à capacidade de jogos eletrônicos alcançarem o status de arte, simplesmente jogue Castle of Illusion!

I

Eu não me preocupo nem um pouco em denunciar minha própria idade quando digo: joguei o original na sua época de lançamento para o Mega Drive. E posso garantir que a qualidade estética e de jogabilidade para os padrões de seu tempo já excediam quaisquer expectativas, mesmo as mais otimistas! Trilha sonora impecável, design gráfico lindíssimo e inovador, jogabilidade simples e ao mesmo tempo muito bem elaborada, foram elementos que transformaram o título estrelado pelo maior ícone da Disney num clássico instantâneo.

Mas então porque toda essa empolgação em revelar-me um balzaquiano saudosista?

Porque há tempos sou sim balzaquiano, mas o sentimento está mais próximo de uma renovada nostalgia. A versão HD de Castle of Illusion não tem nada de oportunismo… Ou melhor, não tem nada de PURO oportunismo. Claro que reavivar um clássico sempre envolve grana, mas o trabalho artístico nessa remasterização é impressionante, fazendo valer cada centavo investido. E isso tanto da parte de nós jogadores, como dos produtores do game!

Chega então de tecer elogios e evitemos a apologia. ‘Bora pro que interessa:

mickey ears      mickey ears      mickey ears      mickey ears      mickey ears      mickey ears      mickey ears      mickey ears      mickey ears

O Mapa da Mina: CASTLE of ILLUSION

– Dificuldade: 2/10

– Conquistas offline: 12

– Conquistas online: 0

– Tempo para completar: 4 a 5 horas

– Playthroughs necessários: 1

– Conquistas de chance única: 0 homer-excited

 mickey ears      mickey ears      mickey ears      mickey ears      mickey ears      mickey ears      mickey ears      mickey ears      mickey ears

Leia Mais

O Mapa da Mina – DuckTales Remastered

Pegue a sua bengala estilo PogoBall, guarde sua moedinha n°1 num cofre e prepare-se para reviver uma aventura direta do túnel do tempo!

Ah, essa nostalgia! Quando li a notícia que iriam trazer de volta um jogo em que dediquei várias e várias horas da minha infância, pintou um sorriso de orelha à orelha em meu rosto. DuckTales Remastered ressurgiu com uma versão mais moderna do que o jogo que foi lançado em 1989 para o Nes, num remake dos games mais importantes e divertidos daquela época.  Há quem diga que esse foi um dos melhores jogos da era do 8 bits. A simplicidade do jogo foi mantida com o requinte e charme de novas texturas e nova trilha sonora. Estou tão feliz com a volta desse game, com cheirinho de novo, que preparei até um Mapa da Mina. Bora?!

O Mapa da Mina – DuckTales Remastered 

Dificuldade: 4/10
Playthroughs necessários: 2 ½
Tempo necessário: em torno de 2 horas cada playthrough.
Conquistas offline: 20
Conquistas online: 0
Conquistas de chance única: Nenhuma

Leia Mais

O Mapa da Mina – Crysis 3

Se amanhã ou depois rolar uma invasão alienígena na terra e você não souber que arma pegar pra se defender, fique tranquilo: tendo um arco e flecha dando sopa já basta!

1

Claro que você vai precisar de muito mais do que isso, eu tô brincando ( :lol:), mas se tiver uma roupa no armário da marca “Nanosuit”, igual a do nosso amigo Prophet, tá tranquilo. Sério! Nesse game o Superman perde. A possibilidade de ficar invisível, somada a de endurecer o couro da armadura faz o game virar um passeio no parque.
Calma que eu não tô tentando denegrir o jogo com esse paragrafo, não. O game é bastante divertido. Você consegue tranquilamente escolher se mata na surdina, se espeta o inimigo com uma flecha, se atira, se carrega o bicho pelo pescoço; Diversão TOP! Além disso, os gráficos são deslumbrantes. A textura do cenário, grandiosidade das cenas abertas e riqueza de detalhes das fechadas são impressionantes. Muito, muito bonito. Por outro lado a campanha é bastante curta, são apenas 7 capítulos e quando acaba você tem certeza que vai rolar mais game… até que… não rola… 🙁
Desde que você não leve a história a sério e faça do jogo apenas um objeto de entretenimento (suspeito que seja esse mesmo o propósito), você vai passar divertidas horas com Crysis 3. O game tem o melhor multiplayer da série e te dá de lambuja 1.000gamescore na maior moleza. Quer ver?

O Mapa da Mina – Crysis 3

Dificuldade: 4/10
Tempo necessário: Em 15 horas dá.
Playthroughs necessários: 1, mas com dois tudo fica mais fácil.
Conquistas offline: 38
Conquistas online: 13 (online pass necessário!)
Conquistas de chance única: Nenhuma 😛

Leia Mais

O Mapa da Mina – F1 2012

Não se iluda, antes de um jogo de corrida, F1 2012 é um verdadeiro simulador! Feito por aficionados por Formula 1 e destinado aos apaixonados pelo esporte, trata-se de um jogo acima de tudo desafiador, principalmente se a sua intenção é viver a experiência de pilotar um F1 com todas as minúcias que isso envolve. É título obrigatório se você é do tipo que desliga o videogame pra assistir a um Grande Prêmio, mas pode assustar os jogadores mais casuais.

Ou podia!

Dessa vez a Codemaster pensou com mais carinho nos jovens pilotos, que ainda precisam de uma ajudinha pra se ambientar melhor no universo da Formula 1. Com um novo modo chamado Young Driver Test, um tipo muito mais interessante e desafiador de Tutorial, F1 2012 se mostra bem receptivo aos novatos, aumentando muito o potencial para atrair “novas audiências”. Ainda assim, quem decidir se aventurar nesse universo tem de estar preparado e disposto pra horas de dedicação. A simples ação de entrar e sair de uma curva, controlando a aceleração e a direção do seu carro de forma eficiente, já demanda uma seção própria no modo de teste para novatos. E saber realizar uma ação tão simples é essencial pra terminar as corridas com um desempenho no mínimo satisfatório!

Pois é, a labuta não é nada fácil, mas está longe de ser enfadonha ou até mesmo cansativa. Logo você descobre um prazer tremendo em simplesmente passar por uma chicane sem sair da pista, ou então quando aprende a usar o sistema KERS no momento certo. Quando menos esperar, vai se ver fazendo a loucura de optar pela duração real de um Grande Prêmio, o que vai demandar pelo menos um par de horas pra terminar uma única prova! 😯

F1 2012

Dificuldade: 8/10
Conquistas offline: 45
Conquistas online: 4
Tempo aproximado: ±30 horas
Playthroughs necessários: 4 em modos offline, 1 Co-op e 30 Corridas Online
Conquistas de chance única: 4 (Segunda temporada do Modo Carreira)
Conquistas relacionadas à dificuldade: Sim
Online Pass necessário: Sim

Leia Mais

O Mapa da Mina – FIFA 13

Sou um grande fã de jogos de futebol, desde os idos do Goal! para o NES (sim, estou ficando velhinho – tanto é que jogava com a URSS :shock:). A franquia FIFA é velha conhecida, desde aquele primeiro FIFA International Soccer, com o grande atacante Janco Tianno comendo a bola e causando a dúvida que perdura até hoje: Quem é melhor, Tianno ou Allejo?

Picuinhas a parte nesse duelo Konami e EA / Fifa e PES, é excelente podermos desfrutar dessa concorrência de mercado que faz os jogos de futebol ficarem cada vez mais completos e interessantes. Fifa 13 não foge da regra e nem da briga. Esse título da EA veio com tudo, em uma grande mistura do mundo online com o offline, com a possibilidade de participar dos principais jogos da semana no seu videogame, incluindo atualizações na escalação dos seus times. Experimente jogar com o Bayern de Munique no modo Match Day essa semana, por exemplo. Após o show que deu contra a Juventus, verá um time próximo do imbatível.

Nota-se uma evolução na inteligência artificial do título. O jogo é muito corrido, sem faltas bobas do juiz ou loadings demorados em faltas e laterais. Principalmente no ataque, a movimentação dos jogadores está bem apurada, o que dificulta muito quando se está do outro lado: avançar um pouco sua defesa pode ser mortal.

Fifa 13 tem alguns problemas de licenciamento que precisam ser melhorados, servidores que as vezes te deixam na mão e algumas coisas quanto a interface que não estão a altura das melhorias de jogabilidade. Senti uma dificuldade grande em encontrar uma informação nos menus, botões de atalho e principalmente nas telas de pré-jogo. Nada que tire o prazer de jogar, mas que poderia ser aperfeiçoado.

Quanto às conquistas, as maiores dores de cabeça vêm no modo online. De resto, irá consumir mais tempo do que de fato testará sua habilidade. Chega de enrolação e vamos lá!

FIFA13

Leia Mais

O Mapa da Mina – TOMB RAIDER

Nos idos de 1996, a Eidos causou impacto no mundo dos games entregando um jogo que impressionava pela qualidade gráfica e uma mecânica impecável, que incluía uma personagem com habilidades acrobáticas e bem armada. Aliás, personagem essa que fugia bastante do padrão de protagonistas dos títulos da época. Lara Croft iniciava carreira como uma versão curvilínea de Indiana Jones. Durona e voluptuosa, logo conquistou o público predominantemente masculino dos videogames. Com o passar do tempo, peitões e shortinhos se tornaram uma marca registrada da heroína, que a cada nova versão tinha seu Sex Appeal acentuado com mais e mais polígonos compondo sua silhueta. A jogabilidade dos títulos da série matinha um padrão que continuava atraindo jogadores a cada lançamento, mas a personagem em si parecia não ter um histórico bem definido, em constante mutação, além de se tornar cada vez mais esférica em termos de narrativa. Apesar de eternamente jovem e em perfeita forma física, Lara envelhecia a olhos vistos diante da evolução dos jogos da atual geração. Uma reformulação era mais do que bem-vinda!

Square Enix e Crystal Dynamics não deixaram a peteca cair. Pense no novo Tomb Raider como um reboot de mesmo impacto que o Batman Begins de Christopher Nolan! A nova Croft continua com pinta de mulherão, mas é muito mais humana e factível. Iniciando sua carreira de Arqueóloga, está longe de ser a casca grossa destemida e invencível de outrora. Ela chora, sangra, fica sem fôlego, treme diante do perigo… Mas, logo começa a apresentar vislumbres da poderosa aventureira que está destinada a se tornar. E acompanhar essa transformação é simplesmente fantástico! Um jogo grandioso, com jogabilidade impecável e gráficos que compõe uma verdadeira obra de arte…

Dá pra afirmar sem medo: vai estar entre os favoritos para Jogo do Ano!

O Mapa da Mina - Tomb Raider

Leia Mais